Justiça

Juíza substituta pede para assumir processos da Lava Jato no Rio

A juíza Caroline Vieira Figueiredo  pede que processos da Lava Jato no Rio de Janeiro, sejam transferidos do juiz titular Marcelo Bretas para ela.

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) determinou que até o próximo dia, 14, Caroline Vieira Figueiredo, juíza substituta da 7ª Vara Federal Criminal do Rio,  se explique sobre um ofício que  ela encaminhou à Corregedoria-Geral da Justiça Federal.

A magistrada no documento, aponta suposta irregularidade na distribuição de processos da Operação Lava Jato no Rio e pede que eles sejam transferidos do juiz titular Marcelo Bretas para ela.

Caroline atua desde 18 de julho de 2017 como juíza substituta da 7ª Vara, onde desde 6 de novembro de 2012 tramita o processo que deu origem à Operação Saqueador, primeira grande ação originada da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. Como determina a legislação, todas as outras ações ligadas à Lava Jato também foram encaminhadas para essa Vara.